Missão

A missão da Associação de Ballet do Rio de Janeiro é a promoção e divulgação da Arte da Dança, a popularização do ballet no Brasil e a viabilização do ensino e formação de novos bailarinos, em suas diferentes modalidades e níveis.

com amor.jpg
 

Histórico

A Associação de Ballet do Rio de Janeiro (ABRJ) é uma entidade cultural sem fins lucrativos. Fundada em 1956 por Dalal Achcar, Márcia Kubitschek e Maria Luisa Noronha, a Associação dedicou-se, ao longo de todos esses anos, ao ensino e à formação de novos bailarinos, em suas diferentes modalidades e níveis. Além disso, foi ela a principal responsável pelo precioso movimento de popularização do ballet no Brasil.. Considerada de Utilidade Pública Federal e Estadual, a Associação tem como objetivos principais a promoção e divulgação da Arte da Dança.

 

Além das diversas temporadas e excursões que realizou com sua companhia, dedica-se ao ensino e formação de bailarinos em todas as diferentes modalidades de Dança. A Associação de Ballet do Rio de Janeiro pode ser considerada uma das instituições que mais trabalham pelo desenvolvimento do ballet no Brasil. 

 

Suas promoções de temporadas internacionais marcaram época no calendário artístico de nosso país. Realizou, em 1974 a primeira produção do Ballet “O Quebra Nozes", de Tchaikovsky no Brasil, em sua versão integral, com a participação de 180 bailarinos brasileiros, além de grandes nomes do ballet internacional. Hoje "O Quebra Nozes" nessa mesma versão é apresentado anualmente na temporada de final de ano no Theatro Municipal e é o "carro chefe" de sua bilheteria. 

 

Uma das mais arrojadas realizações da Associação de Ballet do Rio de Janeiro no decorrer do ano de 1978 tenha sido os dois espetáculos apresentados na Praia de Botafogo, no Rio de Janeiro, por ocasião da Semana Carioca de Turismo. Utilizando mais de 80 bailarinos, o ballet “Romeu e Julieta” foi apresentado em dois dias consecutivos, em palco armado na Praia de Botafogo, para um público, estimado em mais de 70 mil pessoas que puderam ver uma obra clássica completa com música moderna, um elo entre a juventude moderna e uma obra clássica.

 

Em 1989, convidada para as festividades de comemoração do “Vive la France”- Bi-centenário da Revolução Francesa, ABRJ realizou um espetáculo de ballet para um público superior a 100 mil pessoas. De 1996 a 1999, o espetáculo Um Natal bem Brasileiro junto à árvore de natal montada pela empresa Bradesco Seguros, na Lagoa Rodrigo de Freitas foi realizado pela Associação de Ballet do Rio de Janeiro.

Em Junho de 2000, a Associação criou a Companhia Jovem de Ballet do Rio de Janeiro, um projeto inédito no Brasil. Sua criação foi movida pelo escasso mercado de trabalho cultural no Brasil, que leva jovens bailarinos que se veem obrigados a abandonar o sonho de seguir uma carreira profissional após vários anos de estudo e dedicação. A Companhia Jovem de Ballet do Rio de Janeiro é a expressão da política de fomento cultural e abre um caminho profissional para jovens de talento abrindo um espaço para serem conhecidos no panorama da dança brasileira e internacional. 

Em 2006, a Companhia Jovem de Ballet apresentou o ballet “Um Conto de Natal”, no Teatro João Caetano para mais de 16 mil pessoas. Em 2010 a Companhia Jovem de Ballet do Rio de Janeiro, em convênio com a Fundação Theatro Municipal do Rio de Janeiro, apresenta uma série de espetáculos no Theatro Municipal aos domingos de manhã, atendendo a um público jovem de estudantes e uma parte da população que nem sempre tem a possibilidade de um lazer cultural.

De 2011 à 2017 realiza espetáculos em diversos municípios do Estado do Rio e no Rio de Janeiro. No ano de 2019 participou com o Corpo de Baile do Theatro Municipal da temporada do Ballet Coppelia em 3 atos, realizou vários outros espetáculos no Theatro Municipal em parceria com o Corpo de Baile da casa.  Em 2019  também como convidado especial o Ballet Jovem do Rio de Janeiro se apresentou com enorme sucesso na inauguração e no encerramento do FIDA – Festival Internacional de Dança da Amazonia em Belem do Pará. Apresentou tambem espetáculos no Teatro Prudential no Rio de Janeiro, em Rezende no teatro das Agulhas Negras , e terminou o ano com uma temporada de 25 espetáculos do ballet “ Um Conto de Natal “ no Teatro Riachuelo Rio de Janeiro com casa lotada. 

 

Com um vasto repertório de peças clássicas, contemporâneas, e de vários estilos de dança o Ballet do Rio de Janeiro tem uma presença  única e indelével na Historia da Dança em nosso país. De sua companhia de ballet sugiram nomes como Ana Botafogo, Cícero Gomes entre muitos outros e com a Cia de Ballet do Rio de Janeiro dançaram os maiores nomes mundiais  astros e estrelas da Dança do século XX como Margot Fonteyn, Rudolf Nureyev, Natalia Makarova, e dezenas de outros astros e estrelas internacionais.